Lentes de Contato. Alterações epiteliais na má indicação de Lentes de contato.
Sergey Cusato Jr Msc
Instituto Brasileiro de Treinamento e Pesquisa em Lentes de Contato.
Córnea, lentes de contato, fisiologia, optometria
  • Facebook ...
  • Twitter ...
  • LinkedIn ...

Conteúdo do artigo

PACIENTE 48 ANOS ÚSUARIO DE LENTES DE CONTATO HÁ DOIS ANOS SEM SINTOMAS.

Foto_Sergey_Cusato_320.jpg

48 ANOS ÚSUARIO DE LENTES DE CONTATO A 2 ANOS SEM SINTOMAS.


Microcistos epiteliais.

Os microcistos epiteliais são considerados uma alteração crônica do Epitélio da córnea, causando mutação da célula epitelial vista em uma iluminação inversa. A facilidade de encontrar os microcistos estão na visualização correta e o tipo de iluminação a ser usada em uma biomicroscopia, um microcisto é visualizado pelo índice de refração que tem uma mudança muito drástica.

Normalmente um usuário de lentes de contato tem que ter um epitélio saudável e sem alterações, o que ocorre é que a má indicação de lentes de contato pode causar uma alteração metabólica tão grande que o epitélio começa a se modificar.

Este estudo de caso que vou compartilhar é de um paciente de 48 anos usuário de lentes de a 2 anos de troca programada, ou melhor, lentes descartáveis, sem as orientações corretas de seu "especialista".

Na tabela abaixo vou apresentar um protocolo de avaliação mínimo para uma adaptação correta de lentes de contato.
Tabela 1.jpg
 
A córnea é um tecido altamente especializado transparente localizado na superfície anterior do olho. Ela representa dois terços da potência óptica do olho, a córnea desempenha um papel muito importante, atuando como uma barreira externa aos agentes infecciosos. A córnea é composta de por cinco camadas sendo que nesse estudo de caso estamos mensurando o epitélio
 
Cornea imagem 1.jpg
Como observado (na imagem n°1) uma córnea normal sem alterações microssísmicas no epitélio.Observamos uma córnea normal sem nenhuma alteração aparente, nesse estudo de caso vou mostra como é de suma importância uma avaliação adequada e mensurar a via metabólica de uma córnea.
 
microcisto epitelial.jpg
Como observado (Imagem n°2) apresenta uma pequena alteração com apenas um microcisto epitelial.
microcisto epitelial.jpg
Como observado (Imagem n°3) apresenta uma córnea perdendo suas funções epiteliais e a membrana basal do epitélio iniciando uma multação celular por falta de oxigênio.
Como observado (Imagem n°4) mostra uma grave falência epitelial com microcistos e vacúolos por todos os lados.Esse estudo de caso que estou compartilhando com os meus leitores e colegas de profissão é para alertar sobre as alterações que um paciente pode ter por uma simples má indicação de lentes de contato e fazer que profissionais da saúde visual não se esqueças e fiquem atentos para alguns sinais visíveis que pode colocar um paciente em uma situação de risco muito grande.

Prof. Sergey Cusato Jr Boptm MSPS,FIACLE,FIBTPLC,OAA,BCLA,CLSA,SLS e GPs.
Diretor do Instituto Brasileiro de Treinamento e Pesquisa em Lentes de Contato
 
 
 

Área dos membros