EDEMA DE CÓRNEA
Sergey Cusato Jr
Instituto Brasileiro de Treinamento e Pesquisa em Lentes de Contato IBTPLC
Lentes de Contato, Optometria, Oftalmologia, Complicações Oculares
  • Facebook ...
  • Twitter ...
  • LinkedIn ...

Conteúdo do artigo

sergey Cusato artigo.jpg

A córnea é um tecido transparente e avascular, que possui em média 1mm de espessura na periferia, 0,8 mm no centro e 11,5 mm na vertical e 12 mm na horizontal, em adultos. Funciona como uma “janela” refringente e protetora, através da qual passam os raios de luz em direção a retina. O poder refrativo equivale a + 43 dioptrias.

A clareza da visão depende da transparência corneal, a qual é mantida pelo fornecimento de oxigênio. Quando a hidratação ocorre em excesso ou gera acúmulo de fluídos na porção corneal gera um inchaço, denominado edema de córnea.

O edema da córnea depende da quantidade total de oxigênio que a córnea recebe. Quando ocorre uma alteração na função
endotelial surge um edema do estroma. Este edema tem maior probabilidade de ocorrer quando diminui a densidade das células endoteliais, densidade que pode ser variável, porém, pode ocorrer um edema do estroma como se pode observar na figura 1. (ARFFA, 1999).

17072013175448289.jpg

A etiologia do edema de córnea pode ser causada pelo uso excessivo de lentes de contato gelatinosa, infecções virais, cirurgia ocular, lesões traumáticas dentre outras.

O edema também pode estar associado a distrofia de Fuchs, sendo a causa mais comum do edema. Este edema é caracterizado por uma desordem hereditária que degenera lenta e gradualmente as células do endotélio. Existe uma prevalência maior de distrofia endotelial em mulheres do que em homens.
Segundo Krachmer, Mannis, Holland (2005), o edema corneal pode conduzir a alterações transitórias ou definitivas na histologia do tecido, e por conseguinte, na função visual.

Outra causa que pode resultar em respostas inflamatórias na córnea é uma infecção por vírus do herpes.Mas, o edema de córnea também pode ocorrer após a cirurgia ocular.
Dentre os sintomas mais relatados do edema de córnea, destacam-se a visão distorcida, halos ao redor da luz, desconforto ocular, sensibilidade à luz. Os sintomas podem ser brandos e evoluir conforme os danos nos nervos corneais.

Os sintomas iniciais de edema da córnea são semelhantes aos das cataratas, sendo necessário um correto diagnóstico para identificação da alteração. O optometrista pode realizar microscopia especular, ultrassom e paquímetro óptico (medida da espessura da córnea), a fim de confirmar a condição.

O tratamento varia de acordo com a causa da doença.

Segundo Bartlett, Jaanus (2003), vários agentes podem reduzir o edema da córnea, glucose, goma de celulose,cloreto de sódio e glicerina. Apenas alguns deles provaram clinicamente úteis e aceitável para a maioria dos pacientes. O cloreto de sódio e glucerin são os agentes preferidos na prática clínica.
No caso de inflamação da córnea causada pelo uso persistente de lentes de contato, é recomendado a adequação das lentes. Do mesmo modo, o edema causado por aumento da pressão ocular é tratado pela diminuição da pressão. Em alguns casos é necessária a administração de antibióticos e antiinflamatórios. Em casos graves, o transplante da córnea pode ser recomendada como um procedimento de tratamento.

Caso o tratamento do edema não seja feito corretamente,os sintomas podem se agravar e o edema evoluir para o estroma e para o epitélio. Para se evitar tais complicações, recomenda-se que aos primeiros sintomas se procure orientação médica adequada e siga corretamente a prescrição do tratamento.

REFERÊNCIAS
ARFFA, Robert C; Enfermidade da córnea, 4º ed., Madrid Espanha: Harcout Brace, 1999.
BARTLETT, Jimmy D.; JAANUS, Siret D. Clinical ocular pharmacology, 2003.
KRACHMER, Jay H.; MANNIS, Mark J.; HOLLAND, Edward J. "Cornea, Volume 1". 2005.

Prof. Sergey Cusato Jr. O.D Msc FIBTPLC e FIACLE
Diretor do Instituto Brasileiro de Treinamento e Pesquisa em Lentes
de Contato. F.I.A.C.L.E International Association of Contact Lenses
Educators. MBCLA British Contact Lens Association. MCLSA Contact Lens
Society of America. MSLS. Scleral, MOAA Orthokeratology Academy of
America

 

 

 

Área dos membros